TV Canção Nova

Nossa Sra. das Vocações

Nossa Sra. das Vocações
Senhor que dissestes "a messe é grande e poucos são os operários", nós vos pedimos que envieis muitas e santas vocações sacerdotais e religiosas para nossa Diocese. Necessitamos de sacerdotes que nos dêem o pão da Eucaristia e o Pão da Palavra e assim possamos viver a vossa vida. Virgem Santíssima, Mãe dos sacerdotes, intercedei junto a vossa Divino Filho pela perseverança e santidade de nossos sacerdotes e seminaristas. Amém. Nossa Senhora das Vocações, rogai por nós!

Quem somos

Minha foto
Guarulhos, São Paulo, Brazil
Somos irmãos no Discernimento Vocacional da Diocese de Guarulhos ( Marcelo, Nilton, Ricardo, Robson, Ítalo e o Bruno ) que, movidos pelo Espírito Santo tivemos a idéia de montar esse blog inspirado nos emails que trocamos. Com um único objetivo: transmitir mensagens de fortalecimento da fé, partilhar de nossa caminhada. Publicar tudo o que é suscitado em nossos corações. As tribulações, as vitórias e as alegrias que alcançamos dia-a-dia com Jesus e Maria. Seguindo a ordem nos dada pelo mestre dos mestres: " Ide pelo mundo e pregai o evangelho a toda criatura" Venha fazer parte conosco dessa missão confiada à todos nós!

Fale Conosco

Seguidores

Dentre tantos outros desafios que passamos no decorrer de nossa caminhada de discernimento vocacional ao sacerdócio, sem dúvida alguma, nossa família é uma peça fundamental para o término do grande “quebra-cabeças” de nossas vidas.

Nos debruçamos sobre nossos pensamentos, sobre nossas angustias, dúvidas e sobretudo, nos debruçamos sobre o Evangelho para ficarmos ainda mais próximos, na medida em que discernimos, da vida e testemunho de nosso mestre Jesus Cristo.

Jesus, o sumo sacerdote, o filho único de Deus, o próprio Deus e Aquele que, por amor, se fez humano em tudo, exceto no pecado.

Ao olharmos a vida de Jesus, os desígnios de DEUS, é inevitável percebermos que, a Sagrada Família de Jesus, foi essencial para a realização do projeto de Deus.

É claro que Deus, com seu imenso poder, poderia fazer-se cumprir seu projeto sozinho, Mas não, da mesma forma em que DEUS é poder, ele também é amor e este não seria O AMOR, se fosse coercitivamente imputados à humanidade. Deus agiu, assim como hoje age, no SIM de cada um de nós, nos dando o livre arbítrio para nos entregarmos inteiramente a seus desígnios. E se não fosse assim, nosso SIM não seria escolha, não teria o mesmo sentido.

Pois bem, o Evangelho nos mostra que foi através do SIM da Sagrada Família que salvação chegou até nós.

Logo no inicio, o céu esperou pelo SIM de Maria para que o sagrado fruto fosse gerado em seu ventre. Foi importante também o SIM de José, para aceitar Maria na situação em que se encontrava , a amasse e acreditasse nela e no poder de DEUS para que Jesus pudesse nascer.

Podemos imaginar o quanto foi difícil para Maria e José entenderem toda aquela situação, afinal, também eram humanos e assim como nós, não nos damos conta de todo o projeto que DEUS tem para nossas vidas.

Imaginemos que foi difícil para Maria, a mãe de Jesus, dizer Sim ao seu filho quando es te começou sua vida publica, pois assim como todas as mães, ela também conhecia seu filho e sabia que a partir daquele momento Jesus caminharia a cada dia rumo a Glória, mas que esta não seria alcançada se não através de muitas dificuldades e sofrimento.

Eu acredito que Maria sentia, mesmo que não entendendo, que Jesus passaria por tudo o que passou e seu coração de mãe certamente se angustiou quando viu que o momento de Jesus se afastar estava próximo. Mas ela disse O SIM novamente e soube entender que o momento era de separação, mas que esta não seria eterna.

Maira esteve pressente, senão de corpo, mas certamente em oração, em todos os momentos da vida de Jesus e, imaginemos que na medida em que Jesus recebia o consentimento de Maria para continuar sua missão, este despertava em Jesus, a coragem de continuar e ser firme em todas as suas provações.

No momento mais difícil Maria estava lá, e dois de seus grandes amigos, que hoje, em comunidade chamamos de irmãos também estavam: Maria Madalena e João.

Naquele momento mais difícil, no ápice de todas as provações, a família estava presente na pessoa de Maria sua mãe, e de seus “irmãos”.

Jesus, segurando sua cruz, transfigurado por suas chagas, caiu e levantou-se três vezes e imagino que em cada um delas Jesus sentiu a força também dos três que estavam ali com ele, e o seguiram até o fim.

Do alto da Cruz, Jesus não mediu forças ao formalizar a importância da família na vida daqueles que se despojam a viver os desígnios do pai, tanto que, mesmo em agonia, ele apresentou sua própria Mãe a João nos ensinando que para caminhar e cumprir-se os desígnios do Pai, é necessário que caminhemos com nossas famílias até o fim.

Família, nós precisamos do SIM de vocês!

O chamado é nosso. Cada vocacionado tem o seu chamado, tem sua experiência com DEUS, mas precisamos do SIM de vocês família, precisamos do despojamento e da fé de vocês para que assim, a exemplo de nosso Mestre, tenhamos também a coragem e a fortaleza para chegarmos ao projeto final.

Sabemos que é difícil para a maioria das mães, pais, irmãos e irmãs, compreenderem nossa ausência em alguns momentos importantes, do nosso compromisso nas pastorais, romarias, reuniões e encontros, mas precisamos do vossos SIM , precisamos do olhar de Maria em vossos olhos, para podermos também, mergulhados em nossas dúvidas e medos, também podermos entender o nosso chamado.

Família, o nosso SIM também é vosso! Ajude-nos a chegar lá!


Nilton de Carvalho

Vocacionado - Diocese de Guarulhos

Vocacional Masculino e Feminino

"Vem, segue-me..."

"Vem, segue-me..."
Clique aqui e saiba mais

Pastoral Vocacional

Pastoral Vocacional
Quer saber mais sobre a caminhada vocacional? Escreva para: vocacionalguarulhos@hotmail.com

Visitantes on-line

Ocorreu um erro neste gadget

Bispo Diocesano

Bispo Diocesano
Dom Joaquim Justino Carrera - "PAX VOBIS" (Jo 20,21s)

Arquivo

Contato

Contato
Ocorreu um erro neste gadget