TV Canção Nova

Nossa Sra. das Vocações

Nossa Sra. das Vocações
Senhor que dissestes "a messe é grande e poucos são os operários", nós vos pedimos que envieis muitas e santas vocações sacerdotais e religiosas para nossa Diocese. Necessitamos de sacerdotes que nos dêem o pão da Eucaristia e o Pão da Palavra e assim possamos viver a vossa vida. Virgem Santíssima, Mãe dos sacerdotes, intercedei junto a vossa Divino Filho pela perseverança e santidade de nossos sacerdotes e seminaristas. Amém. Nossa Senhora das Vocações, rogai por nós!

Quem somos

Minha foto
Guarulhos, São Paulo, Brazil
Somos irmãos no Discernimento Vocacional da Diocese de Guarulhos ( Marcelo, Nilton, Ricardo, Robson, Ítalo e o Bruno ) que, movidos pelo Espírito Santo tivemos a idéia de montar esse blog inspirado nos emails que trocamos. Com um único objetivo: transmitir mensagens de fortalecimento da fé, partilhar de nossa caminhada. Publicar tudo o que é suscitado em nossos corações. As tribulações, as vitórias e as alegrias que alcançamos dia-a-dia com Jesus e Maria. Seguindo a ordem nos dada pelo mestre dos mestres: " Ide pelo mundo e pregai o evangelho a toda criatura" Venha fazer parte conosco dessa missão confiada à todos nós!

Fale Conosco

Seguidores


O sofrimento, a dor, a doença não são coisas que o ser humano deseja.
A natureza humana, por si, busca sempre o desejável, o agradável e rejeita tudo o que não lhe traga satisfação na vida. Isso é natural. Ninguém, pois, quer ficar doente, ninguém quer sofrer, todavia, a doença, a dor são companhias constantes da vida.
Então, como encarar a dor, a doença, o sofrimento, se tais coisas, dia mais, dia menos, baterão às portas de nossa existência.
Relativamente ao sentido do sofrimento afirma nos conceitos fundamentais da logoterapia:“Não devemos esquecer nunca que também podemos encontrar sentido na vida quando nos confrontamos com uma situação sem esperança, quando enfrentamos uma fatalidade que não pode ser mudada. Porque o que importa, então, é dar testemunho do potencial especificamente humano no que ele tem de mais elevado, e que consiste em transformar uma tragédia pessoal num triunfo, em converter nosso sofrimento numa conquista humana. Quando já não somos capazes de mudar uma situação – podemos pensar numa doença incurável, com um câncer que não se pode mais operar – somos desafiados a mudar a nós próprios.”
Mas, quero agora, falar da superação da dor e do sofrimento pelo exemplo de um homem, chamado Jesus Cristo.
Ele ante o sofrimento inevitável da paixão, humanamente falando quis evitá-la: “Pai, se possível, afasta de mim esse cálice.”
Mas, em face de sua missão de Redentor do Mundo por vontade de seu Pai, disse: “Todavia, faça-se a tua vontade” desta maneira, Jesus, se salvou do desespero e da angústia e sofreu os maiores tormentos com uma paz, jamais vista no homem diante da dor e do sofrimento.
Esse é o segredo que nos deixou, se aquilo que nos ocorre é algo que não podemos evitar, temos dois caminhos a nossa frente: revoltar-se ou aceitar o inevitável, como um dom de Deus.
Depois dizer como Jesus: “Pai querido, se possível, afasta de mim esse sofrimento, mas que se faça, antes o que tu queres ou permites e a paz será nossa companheira.”
Esse segredo na mística cristã tem um nome, chama-se “abandono”, ou seja, se aquilo que nos molesta podemos modificar, não é hora do “abandono”, mas se estamos diante de fatos que não se alteram nem que derramemos rios de lágrimas, a solução é aceitar como dádiva do Pai e nos abandonarmos em suas mãos paternas e maternas.
Quero terminar, com a conhecida oração de CHARLES DE FOUCAULD – ATO DE ABANDONO:“Meu Pai, eu me entrego em tuas mãos; meu Pai, confio-te a ti; meu Pai, eu me abandono em ti; meu Pai, faz de mim aquilo que quiseres; o que quer que faças a mim, eu te agradeço; obrigado por tudo; estou pronto a tudo; aceito tudo; eu te agradeço; obrigado por tudo; estou pronto a tudo; aceito tudo; agradeço-te por tudo. Desde que se faça a tua vontade em todas as criaturas, em todos os teus filhos, em todos aqueles que teu coração ama, nada mais desejo, meu Deus; entrego minha alma em tuas mãos, eu a dou, meu Deus, com todo o amor do meu coração, porque te amo e porque me dar é uma necessidade de amor, colocar-me sem medida entre tuas mãos com uma infinita confiança, pois tu és meu Pai.” (cf. 15 Dias de Oração com CHARLES DE FOUCAUL – Michel Lafon - A última prece do nosso Mestre – pag. 97 – Edições Paulinas.)
Dom Eurico dos Santos Veloso - Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora(MG)

Ricardo Teixeira
Vocacionado-Diocese de Guarulhos

Vocacional Masculino e Feminino

"Vem, segue-me..."

"Vem, segue-me..."
Clique aqui e saiba mais

Pastoral Vocacional

Pastoral Vocacional
Quer saber mais sobre a caminhada vocacional? Escreva para: vocacionalguarulhos@hotmail.com

Visitantes on-line

Ocorreu um erro neste gadget

Bispo Diocesano

Bispo Diocesano
Dom Joaquim Justino Carrera - "PAX VOBIS" (Jo 20,21s)

Arquivo

Contato

Contato
Ocorreu um erro neste gadget