TV Canção Nova

Nossa Sra. das Vocações

Nossa Sra. das Vocações
Senhor que dissestes "a messe é grande e poucos são os operários", nós vos pedimos que envieis muitas e santas vocações sacerdotais e religiosas para nossa Diocese. Necessitamos de sacerdotes que nos dêem o pão da Eucaristia e o Pão da Palavra e assim possamos viver a vossa vida. Virgem Santíssima, Mãe dos sacerdotes, intercedei junto a vossa Divino Filho pela perseverança e santidade de nossos sacerdotes e seminaristas. Amém. Nossa Senhora das Vocações, rogai por nós!

Quem somos

Minha foto
Guarulhos, São Paulo, Brazil
Somos irmãos no Discernimento Vocacional da Diocese de Guarulhos ( Marcelo, Nilton, Ricardo, Robson, Ítalo e o Bruno ) que, movidos pelo Espírito Santo tivemos a idéia de montar esse blog inspirado nos emails que trocamos. Com um único objetivo: transmitir mensagens de fortalecimento da fé, partilhar de nossa caminhada. Publicar tudo o que é suscitado em nossos corações. As tribulações, as vitórias e as alegrias que alcançamos dia-a-dia com Jesus e Maria. Seguindo a ordem nos dada pelo mestre dos mestres: " Ide pelo mundo e pregai o evangelho a toda criatura" Venha fazer parte conosco dessa missão confiada à todos nós!

Fale Conosco

Seguidores



Queridos irmãos,
Pela terceira vez na história,teremos uma Campanha da Fraternidade Ecumênica, promovida pelas seis Igrejas que fazem parte do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC) além da Igreja Católica Apostólica Romana*.

Neste ano,o tema é Economia e Vida e tem como objetivo: “Colaborar na promoçãode uma economia a serviço da vida, fundamentada no ideal da cultura da paz, a partir do esforço conjunto das Igrejas Cristãs e de pessoas de boa vontade, para que todos contribuam na construção do bem comum em vista de uma sociedade sem exclusão”.

Devemos compreender dois aspectos de extrema importância para que todos os objetivos  almejados nesta Campanha sejam atingidos:
Primeiramente, precisamos lembrar que para Cristo, os necessitados sempre estiveram no centro da justiça exigida por Deus por parte da sociedade humana. Algumas passagens da Bíblia nos mostram isto: “Não acumuleis para vós tesouros nem terra, onde as traças e os vermes arruínam, onde os ladrões arrombam as paredes para roubar. Mas acumulai para vós tesouros no céu” (Mt
6,19 e 20) e também em uma segunda passagem que é exatamente o lema desta Campanha:

“ Ninguém pode servir a dois senhores: ou odiará a um e amará o outro, ou se apegará a um e desprezará
o outro” (Mt 6, 24).

Não se pode então acumular riquezas?

O Santo Evangelho não impede e nem questiona àqueles que trabalham dignamente e adquirem bens materiais, nem pede para que nos despojemos de tudo e vivamos na pobreza. Não! Jesus nos pede que não permitamos que os bens materiais assumam importância maior que os bens espirituais em nossas vidas, pois seremos justificados no dia da vinda gloriosa de Jesus e, o nosso propósito não está nesta vida, mas na vida que ainda há de vir, o céu. Jesus foi o maior testemunho de simplicidade no uso dos bens materiais, de solidariedade com os pobres e mais necessitados, na distribuição gratuita dos dons de Deus. Assim, que façamos o mesmo, sempre repartindo o que nos é possível.

Outro aspecto importante nesta campanha é entendermos
o termo Bem Comum, citado no objetivo principal – Bem comum é o conjunto de condições sociais que permitem às pessoas o desenvolvimento integral da personalidade.

Papa Pio XII afirmava que “a riqueza de uma nação não se mede por critérios quantitativos, mas pelo bem estar do seu povo”.

O Bem Comum envolve todos os membros da sociedade, ninguém está isento de cooperar e participar de acordo com suas possibilidades.

E, para este respeito, a dignidade do próximo, é indispensável o exercício de
duas grandes virtudes – a caridade e a justiça.

Além do objetivo principal da Campanha da Fraternidade 2010, temos também outros objetivos específicos que somos convocados a vivenciar:

• Valorizar todas as pessoas de nossa sociedade, superar o consumismo, que faz com que o “ter” seja mais importante do que as pessoas;

• Criar laços entre as pessoas de convivência mais próxima em vista do conhecimento mútuo e da superação tanto do individualismo como das dificuldades pessoais;

• Mostrar a relação entre fé e vida, a partir da prática da justiça, como dimensão constitutiva do anúncio do Evagelho;

• Denunciar a perversidade que vise o lucro, sem se importar com a desigualdade, miséria, fome e morte;

• Educar para a prática da solidariedade, cuidado com a criação e valorização da vida como o bem mais precioso; e,

• Clamar, conclamar, chamar as Igrejas, as religiões e toda a sociedade para ações sociais e políticas que levem à implantação de um modelo econômico de solidariedade e justiça para todos.

Esses objetivos devem ser trabalhados nos níveis sociais, eclesiais, comunitários e pessoais. Por último, irmãos, queremos ressaltar que a Quaresma, que logo iniciará, é o tempo mais propício para a conversão e conversão contínua em nossas vidas. Sendo assim, que possamos, como gesto concreto nesta Quaresma, praticar a justiça e a igualdade social. Que possamos trazer para a humanidade, e em especial para o nosso País, para
nossa comunidade e para dentro de nossas casas, o verdadeiro significado do Bem Comum. 

Paz e Bem!

Nilton de Carvalho
Artigo publicado na edição de Fevereiro do Jornal Paroquial /  Paróquia São Francisco de Assis - Gopoúva / Guarulhos.

Vocacional Masculino e Feminino

"Vem, segue-me..."

"Vem, segue-me..."
Clique aqui e saiba mais

Pastoral Vocacional

Pastoral Vocacional
Quer saber mais sobre a caminhada vocacional? Escreva para: vocacionalguarulhos@hotmail.com

Visitantes on-line

Ocorreu um erro neste gadget

Bispo Diocesano

Bispo Diocesano
Dom Joaquim Justino Carrera - "PAX VOBIS" (Jo 20,21s)

Arquivo

Contato

Contato
Ocorreu um erro neste gadget