TV Canção Nova

Nossa Sra. das Vocações

Nossa Sra. das Vocações
Senhor que dissestes "a messe é grande e poucos são os operários", nós vos pedimos que envieis muitas e santas vocações sacerdotais e religiosas para nossa Diocese. Necessitamos de sacerdotes que nos dêem o pão da Eucaristia e o Pão da Palavra e assim possamos viver a vossa vida. Virgem Santíssima, Mãe dos sacerdotes, intercedei junto a vossa Divino Filho pela perseverança e santidade de nossos sacerdotes e seminaristas. Amém. Nossa Senhora das Vocações, rogai por nós!

Quem somos

Minha foto
Guarulhos, São Paulo, Brazil
Somos irmãos no Discernimento Vocacional da Diocese de Guarulhos ( Marcelo, Nilton, Ricardo, Robson, Ítalo e o Bruno ) que, movidos pelo Espírito Santo tivemos a idéia de montar esse blog inspirado nos emails que trocamos. Com um único objetivo: transmitir mensagens de fortalecimento da fé, partilhar de nossa caminhada. Publicar tudo o que é suscitado em nossos corações. As tribulações, as vitórias e as alegrias que alcançamos dia-a-dia com Jesus e Maria. Seguindo a ordem nos dada pelo mestre dos mestres: " Ide pelo mundo e pregai o evangelho a toda criatura" Venha fazer parte conosco dessa missão confiada à todos nós!

Fale Conosco

Seguidores

Na Igreja Católica há dois tipos de culto: o de latria e o de dulia.
O culto latria (λατρεια) é o culto de adoração, prestado somente Deus, como supremo Senhor de vida e de todo universo, confessando que absolutamente tudo dele.
O culto de dulia (δουλεια) é o culto de veneração, prestado aos santos e, estando a Virgem Maria acima de todos na corte celeste, é-lhe prestado um culto especial de veneração, chamado hiperdulia (‘υπερδουλεια).
A Mariologia, instituída como uma das bases da fé Católica Romana, fez surgir ao longo dos tempos, diversas formas de devoção àquela que chamam de Nossa Senhora, com diversas denominações.



Nossa Senhora das Vocações


Títulos de Maria

Invocada por suas denominações, a veneração a Maria é responsável pela multiplicidade de nuances em seu caráter, que é admirado em aspectos parciais
Segue abaixo os títulos dedicados à Virgem Maria:

Nossa Senhora da Abadia -imagem encontrada perto da Abadia Bouro na arquidiocese de Braga, Portugal

Nossa Senhora da Ajuda - relembra Maria junto à cruz, também implorando a Deus pelo gênero humano

Nossa Senhora do Amor Divino - relembra o amor especial que Deus dedicou a Maria, escolhendo-a por sua Mãe

Nossa Senhora do Amparo - relembra Jesus crucificado, entregando Maria como Mãe de todos os homens;

Nossa Senhora dos Anjos - Relembra Maria, como rainha das cortes celestes e também faz alusão à cidade de Assis, local para onde havia sido levado um pedaço do túmulo da Virgem e se ouvia sempre o canto dos anjos; A cidade de Los Angeles, nos EUA, foi batizada com seu nome : Nuestra Señora la Reina de Los Ángeles de Porciúncula.

Nossa Senhora da Anunciação - Visita do arcanjo Gabriel a

Nossa Senhora Aparecida, ou da Conceição Aparecida - Imagem encontrada no Vale do Paraíba ( São Paulo )

Nossa Senhora da Apresentação - Apresentação de Maria no Templo, em Jerusalém;

Nossa Senhora Aquiropita - Imagem que não foi pintada por mão humana, de devoção em Rossano, na Calábria.

Nossa Senhora da Assunção - relembra a elevação de Maria, de corpo e alma, aos céus

Nossa Senhora Auxiliadora - relembra o auxílio de Maria ao Papa Pio VII durante o domínio napoleônico;

Nossa Senhora do Belém - relembra a maternidade de Maria, na cidade de Belém

Nossa Senhora da Boa Hora - relembra a proteção de Maria na hora dos partos e na hora da morte;

Nossa Senhora da Boa Morte - Proteção aos agonizantes;

Nossa Senhora da Boa Nova - Maria é que traz aos homens a Boa Nova (Evangelho ) do nascimento de Jesus

Nossa Senhora da Boa Viagem - relembra Maria como protetora dos portugueses que partiam nas viagens de descobrimento do Novo Mundo;

Nossa Senhora do Bom Conselho - relembra Maria como grande conselheira dos Apóstolos, cultuada desde o século V, na cidade de Genazzano, Itália

Nossa Senhora do Bom Despacho - celebra o prestígio de Maria perante Deus, pelo despacho da encarnação do Verbo

Nossa Senhora do Bom Parto / do Parto - Nascimento de Jesus, tendo Maria permanecido virgem antes, durante e depois do parto.

Nossa Senhora do Bom Socorro - relembra o socorro de Maria aos cristãos, celebrado, desde o século X, em Blosville, na Normandia

Nossa Senhora do Bom Sucesso - relembra o auxílio da Mãe de Deus para os que almejam sucesso em seus tratamentos de saúde e nos seus empreendimentos materiais;

Nossa Senhora do Brasil - relembra as inúmeras graças concedidas, por seu intermédio, aos brasileiros;

Nossa Senhora das Brotas - relembra o fato de folhas brotarem numa altar de Nossa Senhora, no início do povoamento de Cuiabá, MT no século XVII, também venerada em Piraí do Sul, após um milagre envolendo a estampa de Nossa Senhora deixada com uma moradora da cidade por Santo Antônio de Sant´anna Galvão;

Nossa Senhora da Cabeça - imagem encontrada no Pico da Cabeça, Serra Morena, na Andaluzia, no século XIII

Nossa Senhora do Cabo da Boa Esperança - relembra a proteção de Maria, no século XV, quando protegeu os portugueses , na sua esperança de chegar às Índias, dobrando o Cabo das Tormentas

Nossa Senhora da Luz, das Candeias ou da Candelária - relembra a purificação de Maria no Templo, comemorada com uma procissão luminosa

Nossa Senhora de Caravaggio - Aparição da Virgem , no século XV, em Caravaggio, Itlália

NossaSenhora do Carmo, do Monte Carmelo - relembra o convento construído em honra à Virgem, nos primeiros séculos do cristianismo, no Monte Carmelo, na Samaria;

Nossa Senhora da Carpição - originária de cerimonial de carpição ou capina de um terreno onde foi ereta uma capela dedicada à Virgem Maria, em São José dos Campos, São Paulo, no século XIX;


Nossa Senhora de Ceuta ou do Bastão - relembra o auxílio da Virgem Ana conquista de Ceuta por D. João I, sua imagem traz um rico bordão na mão, donde vem o termo “do Bastão”;

Nossa Senhora da Conceição - Relembra que Santa Ana concebeu Maria, pura sem pecado.

Nossa Senhora da Consolação - relembra a Virgem como “Consoladora dos aflitos”, devoção iniciada por Santa Mônica

Nossa Senhora de Copacabana - Imagem esculpida por um índio, Francisco Tito Iupanqui, no século XVI, na aldeia de Copacabana, às margens do Lago

Nossa Senhora da Correia - relembra a correia da cintura da Virge Maria, símbolo de pureza, com que as mulheres judias eram cingidas desde a infância

Nossa Senhora dos Desamparados - relembra a proteção de Maria a uma confraria criada , no século XV, em Valência, Espanha, para acolher crianças desamparadas;

Nossa Senhora Desatadora de Nós - relembra que a Virgem Maria liberta os homens das aflições da vida, desata os nós que os escravizam

Nossa Senhora do Desterro - A fuga para o Egito

Nossa Senhora Divina Pastora - Devoção a Virgem Maria como pastora de almas, surgida no século XVIII em Sevilha, Espanha;

Nossa Senhora da Divina Providência - relembra que a Virgem confiou plenamente na Divina Providência, entregando-se totalmente a Deus

Nossa Senhora das Dores (ou da Piedade/da Soledade/ das Angústias/ das Lágrimas/ das Sete Dores/ do Calvário/ do Pranto) - Refere-se às sete dores da Virgem Maria: a profecia de Simeão, a fuga para o Egito, a perda do menino Jesus, o encontro no caminho do Calvário, a morte de Jesus, o golpe da lança e a descida da cruz, e o sepultamento de Cristo.

Nossa Senhora da Encarnação - relembra a encarnação do Verbo no seio puríssimo da Virgem

Nossa Senhora da Escada - A Virgem é comparada à “Escada de Jacó”, que liga o céu e a terra. També faz alusão aos trinta e um degraus que davam aceso a um santuário de Lisboa, Portugal

Nossa Senhora da Esperança - relembra a Virgem na esperança e na iminência do parto divino

Nossa Senhora da Estrela - imagem oculta por Dom Rodrigo, último rei dos visigodos, em 711, quando da invasão árabe; sendo descoberta, quando a Vila de Marvão, em Portugal, foi liberada do domínio muçulmano; Maria é chamada “Aurora da Salvação

Nossa Senhora de Fátima, do Rosário de Fátima - Aparição em Fátima, Portugal

Nossa Senhora da Fé - relembra que a vida da Virgem foi um contínuo “Ato de Fé, sendo esta devoção medieval originária da França e Bélgica;

Nossa Senhora da Glória - relembra coroação da Virgem como rainha

Nossa Senhora da Graça - imagem encontrada por pescadores na praia de Cascai, Portugal, em 1362 e que apareceu a Catarina Álvares

Nossa Senhora das Graças ou da Medalha Milagrosa - relembra uma aparição feita a Catarina Labouré, em Paris;

Nossa Senhora de Guadalupe - Aparição ao índio Juan Diego, em Guadalupe, México, em 1531

Nossa Senhora da Guia - relembra que a Virgem Maria guiou Jesus, na sua infância e juventude; é chamada pelos ortodoxos de “Odegitria” (‘οδεγός);

Nossa Senhora da Lampadosa - relembra a padroeira da ilha de Lampadosa;

Nossa Senhora da Lapa - Imagem escondida dos muçulmanos numa lapa, no século X, pelas monjas beneditinas de Aguiar da Beira, sendo encontrada em 1498, por uma menina, que muda de nascença, começou a falar

Nossa Senhora do Leite ou da Lactação - relembra a Virgem nutrindo o Menino-Deus com seu leite materno;

Nossa Senhora do Líbano - relembra a milenar devoção dos libaneses à Virgem Maria, e também o santuário construído, entre 1904 e 1908, no cume Haruça no Monte Líbano, para honrar a Imaculada Conceição de Maria;

Nossa Senhora do Livramento - relembra o livramento do fidalgo português Rodrigo Homem de Azevedo, preso pelo Duque de Alba no século XVI;

Nossa Senhora do Loreto - refere-se à “Casa de Nazaré”, onde viveu a Virgem Maria, transladada para um bosque de loureiros, próximo a Recanati, na Itália;

Nossa Senhora de Lourdes - Aparição, no século XIX, na Gruta de Massabielle, em Lourdes, França;

Nossa Senhora de Lujan - refere-se a uma imagem de Nossa Senhora da Conceição, mandada esculpir no Brasil em 1630, por um portugês, residente na argentina; que ao ser transportada, encalhou às margens do Rio Lujan ;

Nossa Senhora da Luz - imagem encontrada por Pedro Martins, entre uma estranha luz, que lhe apareceu em Carnide, Porgal; Maria é lembrada como aquela que apresenta seu Filho Jesus como “Luz das Nações

Nossa Senhora Madre de Deus - relembra a maternidade divina de Maria, cultuada desde os primeiros séculos e confirmada Concílio de Éfeso;

Nossa Senhora Mãe da Igreja - relembra a proclamação de Maria como “Mãe de todo o povo de Deus”, Papa Paulo VI, durante o Concílio Vaticano II.
Nossa Senhora Mãe dos Homens - devoção surgida no convento de São Francisco das Chagas, no bairro de Xabregas, Lisboa, relembrando que Maria além de Mãe de Deus é Mãe de todos os homens

Nossa Senhora das Maravilhas - relembra que a vida de Maria foi uma sucessão de maravilhas, das quais a maior foi a encarnação do Verbo. Isto atesta a própria Virgem, no canto do "Magnificat";

Nossa Senhora dos Mares - Desde os primeiros séculos do cristianismo, Maria é invocada como protetora das viagens marítimas

Nossa Senhora dos Mártires -
Invocada em homenagem dos cristãos que tombaram no Cerco de Lisboa, em 1147


Nossa Senhora Medianeira - relembra o papel de intermediária entre o fiel e Jesus, devoção que teve origem em Veneza, durante a grande epidemia de 1630

Nossa Senhora de Međugorje - Aparição em Medugorje na Bósnia

Nossa Senhora Menina - Relembra a infância da Virgem, do nascimento aos três anos junto a seus pais, São Joaquim e Santa Ana e dos três aos doze anos, no Templo de Jerusalém;

Nossa Senhora das Mercês - Relembra a aparição a São Pedro Nolasco, no início século XII, solicitando a criação de Ordem destinada ao resgate de cristãos feitos cativos pelos muçulmanos

Nossa Senhora dos Milagres - Relembra os grande prodígios operados pela Mãe de Deus, Onipotência suplicante e canal de todas as graças, a quem nada Deus recusa;

Nossa Senhora da Misericórdia - Por conseguir inúmeros benefícios de Deus para os homens, Maria é chamada “Mãe de Misericórdia”; o título também lembra a proteção da Virgem às Santas Casas de Misericórdia, cuja primeira foi fundada em Lisboa, em 1498;

Nossa Senhora do Monte - Relembra que a Virgem é um monte altíssimo, que vence a altura de todos os outros montes, em santidade e virtude

Nossa Senhora de Monserrat - Relembra que a Virgem é um monte altíssimo, que vence a altura de todos os outros montes, em santidade e virtude

Nossa Senhora de Muquém - relembra o auxílio da Virgem Maria a um garimpeiro português, na vila de São Tomé de Muquém, no início da mineração em Goiás, Brasil

Nossa Senhora da Natividade - relembra o nascimento da virgem Maria, que, segundo a tradição, foi num sábado, 8 de setembro do ano 20 a.c, na cidade de Jerusalém

Nossa Senhora dos Navegantes - Maria é invocada como protetora dos navegantes, devoção que teve seu auge durante as cruzadas e, depois, durante o período das grandes navegações;

Nossa Senhora de Nazaré - relembra a vida da Virgem Maria, em Nazaré, junto à sua sagrada família;

Nossa Senhora Neves - refere-se a um milagre, anunciado pela Virgem Maria, de que em pleno verão, na noite 4 para 5 de agosto em Roma, o que realmente aconteceu no local onde hoje se ergue a basílica de Santa Maria Maior

Nossa Senhora do Ó - Alusão à Nossa Senhora nas proximidades de seu parto. Houve um sermão proferido pelo Padre Vieira, onde compara as virtudes de Maria à "perfeição da letra o", símbolo da imortalidade e de Deus, de quem Maria é mãe. Referências às sete antífonas do Ó, nas proximidades do Natal.

Nossa Senhora da Oliveira - refere-se a uma imagem levada para Guimarães, Portugal, por São Tiago, que a colocou num templo, ao lado qual havia uma oliveira. Também, a Virgem Maria é comparada na passagem bíblica: “sua glória é igual ao fruto da Oliveira” (Os 14,6);

Nossa Senhora do Parto, do Bom Parto - recorda a proteção da Virgem Maria às mães que estão para dar à luz

Nossa Senhora do Patrocínio - relembra a intercessão da Virgem Maria junto a seu filho, em favor dos homens, como nas Bodas de Caná;

Nossa Senhora da Paz ou Rainha da Paz - relembra a intervenção da Virgem Maria na devolução da catedral de Toledo, Espanha, aos cristãos

Nossa Senhora da Pena - relembra a Virgem como inspiradora e padroeira das letras e das artes;

Nossa Senhora da Penha - relembra o milagre realizado, no início do século XVII, por intercessão da Virgem Maria invocada por Baltazar de Abreu Cardoso, brasileiro, que encontrou uma serpente ao subir um penhasco (penha) que levava à sua fazenda no Rio de Janeiro, Brasil

Nossa Senhora da Penha de França - relembra a aparição da Virgem Maria a Simão Vela, monge francês, na serra chamada Penha de França, no norte da Espanha

Nossa Senhora de Pentecostes - alusão ao dia de Pentecostes quando Maria juntamente com os Apóstolos ficou repleta do Espírito Santo, que veio sob a forma de línguas de fogo;

Nossa Senhora da Purificação - relembra a purificação de Maria no Templo, comemorada com uma procissão luminosa;

Nossa Senhora Peregrina - Alusão à imagem de Nossa Senhora de Fátima;

Nossa Senhora do Socorro- relembra a Virgem Maria como socorro dos cristãos, em suas horas de necessidade.Refere-se a um quadro milagroso da ilha de Creta que após ser roubado, foi recuperado em Roma e posto, no século XIX, sob a guarda dos padres redentoristas;

Nossa Senhora da Piedade- relembra que Jesus, após o descimento da Cruz, foi entregue aos braços de sua Mãe Santíssima;

Nossa Senhora do Pilar - refere-se a uma aparição da Virgem Maria a São Tiago, que estava evangelizando em Saragoça. A virgem lhe apareceu sentada num pilar, donde lhe vem o nome

Nossa Senhora de Pompeia - relembra a aparição da Virgem a Bartolo Longo, em Pompéia, no sul da Itália;

Nossa Senhora da Ponte - refere-se à comparação de Maria à ponte donde passamos da terra para o céu;

Nossa Senhora Porta do Céu - refre-se à máxima que diz: “Ninguém chega ao Pai, a não ser por Jesus; e nimguém chega ao Filho, a não ser por Maria”. Esta é uma das invocações das “Ladainhas Loretanas”, considerando pois que o culto da Mãe de Deus é a porta que leva os fiéis ao paraíso;

Nossa Senhora do Porto - refere-se a uma imagem bizantina colocada no célebre santuário, cuja construção foi iniciada no século VI, no bairro do Porto, em Clermont-Ferrand, na França. Uma cópia deste ícone foi levada na batalha aos muçulmanos, para a retomada da cidade do Porto, em Portugal;

Nossa Senhora do Povo - relembra a construção, pelo povo Roma, de uma igreja dedicada à Virgem Maria, no local onde se erguera o mausoléu dos Domícios, família a qual pertencia o imperador Nero;

Nossa Senhora dos Prazeres - relembra os sete principais prazeres da vida da Virgem Maria: a anunciação, a saudação de Santa Isabel, o nascimento de seu filho, a visita dos Reis Magos, o encontro de Jesus no Templo, a primeira aparição de Jesus ressuscitado, a sua coroação no céu;

Nossa Senhora do Presépio - relembra a maternidade de Maria, na cena do presépio, conforme a franciscana;

Nossa Senhora Rainha - Nossa Senhora sempre foi reconhecida pela Igreja Católica como Rainha. É proclamada, pela Igreja, Rainha por doze vezes: Rainha dos anjos, dos patriarcas, dos profetas, dos apóstolos, dos confessores, das virgens, dos mártires, de todos os Santos, do Santíssimo Rosário, da paz, concebida sem pecado original e levada aos céus.

Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos - relembra que a Virgem Maria foi mãe, mestra e rainha dos apóstolos, que lhe devotavam especial veneração;

Nossa Senhora Rainha do Céu - relembra a coroação de Maria, após sua assunção aos céus;

Nossa Senhora Rainha dos Homens - relembra que Maria é rainha de todos os homens, portanto digna de todos os louvores, por parte de todos;

Nossa Senhora Rainha, Vencedora e Três vezes Admirável de Schoenstatt - Imagem da Virgem Maria, padroeira doMovimento Apostólico de Schoenstatt, e relembra a aliança de amor que o padre Joseph Kentenich (1885 - 1968), selou pela primeira, com a Virgem Maria.;

Nossa Senhora dos Remédios - relembra a Virgem Maria como único remédio para todos os nossos trabalhos, angústias, necessidades e doenças;

Nossa Senhora do Rocio - imagem encontrada no mar, no final do século XVII, por um pescador que vivia em Rocio, próximo a Paranaguá;

Nossa Senhora do Rosário - relembra a aparição da Virgem a São Domingos de Gusmão, no século XIII, pedindo-lhe a divulgação do seu rosário de orações;

Nossa Senhora do Sagrado Coração - relembra que de Maria foi formado o coração divinal de Jesus;

Nossa Senhora da Salete- relembra a aparição da Virgem Maria, a 19 de setembro de 1846, a dois pastorinhos, na montanha de Salete, Isére, nos Alpes franceses;

Nossa Senhora da Saudade - relembra a imensa saudade que a Virgem Maria teve de seu filho, nos três dias incompletos que seu corpo esteve no sepulcro;

Nossa Senhora da Saúde - relembra que a Virgem Maria é fonte de vigor físico e moral para os homens;

Nossa Senhora Salvação do Povo - relembra que a Virgem Maria sempre socorreu o povo Roma, em todas as suas situações de necessidade.

Nossa Senhora do Sion, do Sião - relembra a aparição da Virgem Maria, em 1842, em Roma, a Alfredo Ratisbona, ateu de origem judaica, convertido ao catolicismo;

Nossa Senhora da Soledade - relembra a solidão, a tristeza e saudade da Virgem Maria, por ocasião da paixão de seu filho;

Nossa Senhora do Trabalho - relembra a devoção de todo Trabalhador por maria, por nossa senhora aquela que sempre abençoa os trabalhos;

Nossa Senhora do Terço - similar à invocação de Nossa Senhora do Rosário, mas refere-se apenas a cinco mistérios da vida de Jesus;

Nossa Senhora da Visitação - relembra a visita da Virgem Maria a sua prima Santa Isabel;

Nossa Senhora da Vitória - relembra que a Virgem Maria, vitoriosa, pode levar os cristãos à vitória em suas vidas. Em Portugal, foi introduzida a devoção D. João I, para comemorar a vitória na Batalha de Aljubarrota.


Maria Mãe de Jesus, rogai por nós pecadores!

Nilton de Carvalho
Vocacionado - Diocese de Guarulhos.

2 comentários

  1. Robinho Says:
  2. Nossa Senhora, Rogai por nós que recorremos a vós.

    Se a dor te toma por demais
    Se o mundo não te crê jamais
    Sabe, pois, que há alguém por ti
    Orando, intercedendo, há sim!
    Puro esplendor e amor de mãe
    Sacrário vivo de Deus Pai
    Em ti Maria eu encontrei
    A vida que pra mim eu quis

    Imaginei como seria o paraíso de Jesus
    Com paz e harmonia em nossos corações
    Pra sempre então seria eterno em louvor
    Aquele que um dia veio e nos salvou

    Ó Mãe santíssima, me leva a Deus
    E pra sempre exultarei com cantos
    Tenros de louvor, buscando a salvação
    E nessa hora que eu te rogo aqui
    Dentro em meu peito está a vontade
    De te conhecer, Maria tu que és porta do céu.

    Amém!

    Robson Ferreira

     
  3. Bezerra Says:
  4. Ficou faltando Nossa Senhora do GPS... o marcelão reza mto pra ela ajudar nos caminhos que ele não lembra... rsrs

     

Vocacional Masculino e Feminino

"Vem, segue-me..."

"Vem, segue-me..."
Clique aqui e saiba mais

Pastoral Vocacional

Pastoral Vocacional
Quer saber mais sobre a caminhada vocacional? Escreva para: vocacionalguarulhos@hotmail.com

Visitantes on-line

Ocorreu um erro neste gadget

Bispo Diocesano

Bispo Diocesano
Dom Joaquim Justino Carrera - "PAX VOBIS" (Jo 20,21s)

Arquivo

Contato

Contato
Ocorreu um erro neste gadget